top of page
Santa Cruz de Cabrália

Santa Cruz de Cabrália

Um dos primeiros povoados do Brasil e suas lindas praias!

0 visualização

0 curtida

0 comentário

Santa Cruz de Cabrália

Santa Cruz de Cabrália, conheça as praias, a história e a cultura Pataxó

 

Descendo pelo litoral baiano no sentido norte-sul, Santa Cruz de Cabrália é a primeira cidade da Costa do Descobrimento. Possui um lindo litoral com aproximadamente 35 quilômetros de praias semi-desertas e emolduradas por lindos coqueirais. Outra característica são as águas calmas e mornas, com formação de piscinas naturais entre os recifes de corais durante a maré baixa.

 

Da mesma forma que Salvador e Porto Seguro, Santa Cruz de Cabrália também é dividida entre cidade alta e cidade baixa. A cidade alta é a mais antiga, onde se  iniciou um dos primeiros povoados do Brasil. No local se encontram importantes monumentos históricos, como a Igreja Matriz de Nª Sª da Conceição e a Casa de Câmara e Cadeia, ambas do séc. XVIII. Já a cidade baixa está situada ao nível do mar e foi urbanizada mais recentemente. 

 

Um local de grande relevância histórica é a Praia da Coroa Vermelha. Cercada por recifes de corais e lindas piscinas naturais formadas na maré baixa, foi palco da primeira missa do Brasil em 1500 e possui uma aldeia pataxó que costuma receber turismo étnico. 

 

Destaque também para o distrito de Santo André, que possui aproximadamente 13 quilômetros de praias lindíssimas. A vila ficou conhecida mundialmente por ter recebido a seleção alemã durante a Copa do Mundo no Brasil em 2014.

 

Um pouco da história de Santa Cruz de Cabrália

 

A história de Santa Cruz Cabrália remonta aos primeiros contatos dos portugueses com os tupiniquins, em 1500. O cenário deste evento foi a chamada Baía Cabrália, praia situada ao lado da Coroa Vermelha, onde o Frei Henrique de Coimbra celebrou a primeira missa do Brasil em 26 de abril de 1500. 

 

Em 1516, no sopé do Outeiro da Glória em Porto Seguro, onde foi construída a primeira igreja do Brasil, surgiu a Aldeia de Santa Cruz. Os franciscanos foram responsáveis por este aldeamento tupiniquim com o objetivo de catequese dos indígenas. 

 

Em 1535, o primeiro donatário da Capitania Hereditária de Porto Seguro, Pero de Campos Tourinho, transferiu a Aldeia de Santa Cruz para a foz do Rio João de Tiba, fundando a Vila de Santa Cruz. Tal transferência se deu em razão de batalhas contra indígenas e por ser o segundo sítio mais protegido para os colonos.

 

Segundo o antigo cronista Gabriel Soares de Sousa, desde 1530 vivia na Aldeia de Santa Cruz um português de nome João de Tiba, tendo seu nome eternizado no rio mais importante da cidade.

 

Durante os 34 anos que se seguiram ao Descobrimento, a economia da região era baseada no comércio e contrabando de pau-brasil, papagaios e outros produtos exóticos. Com a criação da Capitania e chegada dos primeiros colonos, sua economia começou a se diversificar, com a instalação de engenhos de açúcar e organização de entradas pelos rios em busca de pedras preciosas.

 

Em 1570, o padre José de Anchieta visitou a vila, relatando que a povoação tinha cerca de 40 casas. Entre 1559 e 1571, havia em toda a Capitania sete ou oito engenhos, que foram destruídos por constantes ataques dos Aimorés. Do início do século XVII até meados do XVIII, a capitania definhou, caindo no esquecimento e chegando em 1795 como um simplório arraial.

 

Só a partir de 1832 é que a Vila de Santa Cruz foi restaurada, se desmembrando de Porto Seguro. A vila se tornou município em 1935, quando passou a se chamar Santa Cruz de Cabrália.

 

Entenda a estrutura de Santa Cruz de Cabrália

 

Santa Cruz de Cabrália é um dos pólos turísticos importantes da Bahia, com mais de 4 mil leitos distribuídos entre resorts e hotéis de luxo, pousadas, albergues e casas de aluguel para temporada.

 

A cidade possui restaurantes famosos espalhados em suas principais praias, além de opções gastronômicas também na cidade. Seu principal distrito é Santo André, onde estão situados os melhores hotéis e restaurantes, além de 13 quilômetros de lindas praias.

 

Outro distrito que merece destaque é Santo Antônio, cujas praias são praticamente desertas e recheadas de coqueiros, também proporcionando um banho quase selvagem na foz do rio Santo Antônio. 

 

O belíssimo rio João de Tiba se impõe na geografia de Santa Cruz de Cabrália,  proporcionando incríveis passeios de barco ao longo do seu curso. No roteiro, costumam visitar ilhas fluviais e recifes de corais localizados em mar aberto, como a Coroa Alta e o Araripe, por exemplo.

 

Mas não só de praias vive Santa Cruz de Cabrália. A cidade possui um lindo centro histórico no alto de um promontório que oferece vista panorâmica de todo o seu litoral e do rio João de Tiba. Nele, encontram-se a Igreja Matriz de Nª Sª da Conceição e a Casa de Câmara e Cadeia, ambas do séc. XVIII.

 

Translado para Santa Cruz de Cabrália – contrate online!

 

Santa Cruz de Cabrália está apenas 23 km distante do aeroporto de Porto Seguro e é possível contratar um transfer para chegar lá com segurança e conforto. Vale lembrar que um receptivo estará à sua espera no aeroporto já no momento do desembarque.

 

Também é possível contratar transfers a partir do seu hotel em Santa Cruz de Cabrália para chegar aos destinos mais badalados da região, como Belmonte, Mogiquiçaba, Santo André, Porto Seguro, Arraial d’Ajuda, Trancoso, dentre outros.

Fotos

Conheça mais sobre

Chapada Diamantina

bottom of page