top of page
O que fazer em Feira de Santana na Bahia?

Postado dia 29/09/23 | 4min. de leitura

O que fazer em Feira de Santana na Bahia?

0 comentário

0 curtida

0 visualização

Feira de Santana é muito conhecida pela sua história e forte comércio, um lugar onde se compra de tudo. Intimamente conhecida por “Feira”, é uma cidade grande, a segunda maior do estado, com população estimada em aproximadamente 700 mil habitantes.

Feira possui muito a oferecer quanto ao turismo, a começar pelos monumentos históricos, praças e opções diversificadas de lazer. Além disso, é muito conhecida pelos eventos que produz, a exemplo do Carnaval fora de época conhecido como “Micareta de Feira”, que arrasta milhares de foliões anualmente.

Continue conosco e surpreenda-se com essa linda cidade que é muito mais que um ponto de encontro e passagem das rodovias baianas, vamos descobrir o que fazer em Feira de Santana na Bahia.

  • Origem da cidade

  • Monumentos históricos

  • Igreja Senhor dos Passos

  • Museu Regional de Arte

  • Mercado Municipal

  • Catedral Metropolitana de Sant’Ana

  • Observatório Astronômico Antares

  • Como chegar

Origem da cidade

A região onde está localizada a cidade de Feira de Santana era habitada por índios paiaiás quando os primeiros europeus chegaram por volta do séc. XVII.

Em 1645, João Peixoto Viegas recebeu terras em forma de sesmaria, e fundou a vila de São José das Itapororocas. Ainda no século XVII foi fundada a vila de São Vicente, atual sede do distrito de Tiquaruçu e a sede do distrito de Humildes.

Quando o casal português Domingos Barbosa e Ana Brandão chegou à região para fundar a Fazenda Santana dos Olhos D’Água, nos arredores já existiam outras fazendas, sítios, engenhos de açúcar e outras propriedades, formando uma população que cultivava culturas de mandioca, milho, feijão, fumo, cana-de-açúcar, algodão, e criava bovinos, ovinos, suínos e equinos.

No local passava a antiga “estrada das boiadas”, caminho que os tropeiros faziam levando gado dos sertões para Salvador, Cachoeira e Santo Amaro. Ali formou-se uma feirinha pecuária, responsável pelo desenvolvimento inicial da cidade.

O que fazer em Feira de Santana na Bahia

Monumentos históricos

Alguns monumentos de grande importância histórica impressionam pela imponência e beleza arquitetônica, valendo muito a pena conhecê-los.

Igreja Senhor dos Passos

Uma pequena capela e um cemitério foram construídos pelo coronel Felipe de Cerqueira ao lado da sua residência em 1852, cujo padroeiro era o Senhor dos Passos. Porém, ambos foram demolidos em 1864 para que fosse construída no mesmo local a atual sede da Prefeitura.

A atual igreja foi construída em outro terreno do outro lado da praça onde estava a capela original e levou 53 anos para ser concluída, tendo sido inaugurada somente em 1979. Em estilo eclético-neogótico, possui vitrais góticos representando os doze apóstolos e suas paredes externas são revestidas por argamassa com vidro moído, que lhe dão a aparência de pedra.

Museu Regional de Arte

O prédio histórico do Grupo Escolar José Joaquim Seabra, edificação inaugurada em 1916, foi local onde também funcionou a Faculdade de Educação de Feira de Santana nos anos 1960, precursora da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Atualmente, o prédio principal é a sede do Museu Regional de Arte (MRA), fundado em 1967 pelo embaixador Assis Chateaubriand (1892-1968), magnata das comunicações no Brasil e um dos principais responsáveis pela fundação do Museu de Arte de São Paulo (MASP) em em 1947.

O museu abriga um dos mais importantes acervos do mundo, reunindo valioso conjunto de obras assinadas por Di Cavalcanti e Vicente Rego Monteiro, além de importante coleção inglesa composta por 30 telas a óleo produzidas por artistas como Antony Donaldson, Alan Davie, Bary Burman, dentre outros.

Também compõem o acervo permanente do museu a Coleção de Arte Naïf e a Coleção Nipo-Brasileira, com obras pertencentes a renomados artistas como Manabu Mabe, Carybé, Hansen Bahia, Reinaldo Eckenberger, Mario Cravo, Calasans Neto, Tatti Moreno, dentre outros.

  • Endereço: Rua Conselheiro Franco, 66, Centro, Feira de Santana.

  • Dias e horários de funcionamento: segunda a sexta das 08h às 12h e das 14h às 17:30h.

  • Instagram: @mra_cuca

Mercado Municipal

O Mercado Municipal de Feira de Santana foi inaugurado em 1915 e construído com bonita arquitetura em estilo eclético, combinando elementos neoclássicos e góticos. O local é um espaço cultural que comercializa artefatos regionais, com grande variedade de artesanatos, ingredientes gastronômicos, além de ponto de apresentação de artistas e cordelistas que propagam a cultura nordestina.

  • Endereço: Av. Getúlio Vargas, 1914, Ponto Central, Feira de Santana.

  • Dias e horários de funcionamento: segunda a sexta das 08h às 18h e sábado das 08h às 12h.

Catedral Metropolitana de Sant’ana

Em 1732, foi construída uma capela em homenagem a São Domingos e a Senhora Sant’Ana, em terras doadas pelo casal fundador da Fazenda Santana dos Olhos D’Água, Domingos Barbosa de Araújo e Ana Brandão. Os santos eram os padroeiros do casal e daí se originou a devoção à Senhora Sant’Ana na cidade.

É um dos monumentos mais antigos da cidade e que remontam à sua origem, tendo sido também visitada pelo imperador D. Pedro II em 1859.

  • Endereço: Praça Mons. Renato de Andrade Galvão - Centro, Feira de Santana.

  • Dias e horários de funcionamento: segunda a sexta das 08:30h às 12h e das 14:30h às 18h. Domingo das 06h às 11:30h e das 16h às 20:30h.

Observatório Astronômico Antares

O Observatório Astronômico Antares é vinculado à Universidade Estadual de Feira de Santana, possui grande importância para pesquisas astronômicas na Bahia e é aberto ao grande público.

Dispõe de palestras, cursos, biblioteca e oferece uma oportunidade única de observação astronômica. Portanto, visitando Feira de Santana, não perca essa oportunidade!

  • Endereço: R. Barra, 925, Jardim Cruzeiro, Feira de Santana.

  • Dias e horários de funcionamento: segunda a sexta das 09h às 11h e 14h às 16h.

Como chegar

Feira de Santana possui aeroporto próprio e recebe voos regulares de Salvador, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Como você leu em sua história, as antigas estradas de boiadas se tornaram rodovias importantes (BR-101, BR-116 e BR 324) e o local da antiga feira, a cidade de Feira de Santana, um entroncamento delas. Assim sendo, a cidade pode ser acessada facilmente de qualquer lugar do Brasil.

Para quem está em Salvador, existe a opção de contratar o serviço de transfer, uma maneira confortável e segura de viajar entre Salvador e Feira de Santana. Fale com um dos nossos colaboradores no WhatsApp da Central de Reservas Bahia Terra Turismo, e faça uma cotação, a compra pode ser realizada de forma online e super fácil.

Curtiu este artigo? Continue conosco em nosso blog, são dezenas de textos publicados mensalmente com o intuito de lhe informar sobre os mais diversos destinos baianos!

Escreva um comentário

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

bottom of page