top of page
Open Site Navigation

Conhecer as igrejas de Salvador é uma atividade quase que obrigatória para quem visita a cidade, mesmo porque é impossível caminhar por nossas ruas sem se deparar com essas construções imponentes, que representam muito tanto da história desse destino quanto da história do Brasil como um todo.

Você tem dúvidas sobre o que fazer na capital baiana, quando vier para cá?

Se sim, comece a considerar uma visita às igrejas católicas e, no decorrer deste artigo, conheça alguns templos que definitivamente precisam estar em seu roteiro.

A importância das igrejas para o turismo na capital baiana

As igrejas apresentadas no tópico a seguir são uma parte viva da nossa história, uma vez que começaram a ser erguidas quando os europeus trouxeram o catolicismo para o Brasil.

Era comum, inclusive, que as próprias famílias “financiassem” as construções, como forma de mostrarem seu poder aquisitivo.

Há quem se pergunte quantas igrejas tem Salvador, e a resposta para essa pergunta pode tanto ser aquela que torna a presença dos templos católicos na cidade ainda mais interessante, quanto aquela pautada nas palavras da própria Arquidiocese local.

A primeira é uma lenda, que afirma que Salvador tem 365 igrejas, sendo uma para cada dia do ano. Já a segunda, para a alegria dos turistas, afirma que, na verdade, a capital da Bahia tem mais de 370 construções desse tipo.

Anualmente, milhares de pessoas vêm para esse destino justamente por causa do turismo religioso.

Mas, claro: além de serem a representação de uma religião, essas igrejas têm uma arquitetura repleta de detalhes e de imponência, não sendo de se espantar que elas, por si só, sejam um atrativo tão grande para a cidade.

As igrejas de Salvador que todo turista deve visitar

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o contexto em que nossas igrejas se encontram, é hora de conhecer aquelas que são mais importantes e famosas.

São elas:

1. Igreja Basílica de Nosso Senhor do Bonfim

Em estilo neoclássico, a famosa Igreja do Bonfim, em Salvador, é uma das mais populares da cidade.

É nela que acontece, todo segunda quinta-feira de janeiro, a lavagem das escadarias, que reúne turistas, moradores e peregrinos em frente ao templo. É ali, ainda, que estão os portões com milhares de fitinhas amarradas, e que você com certeza já viu em ao menos uma foto ou vídeo na internet.

A Igreja Basílica de Nosso Senhor do Bonfim tem entrada gratuita para visitação, e está localizada no bairro Bonfim, mais especificamente em uma área chamada de Colina Sagrada.

2. Catedral Basílica Primacial de Salvador

A Catedral Basílica Primacial de Salvador, ou simplesmente Catedral Basílica de Salvador, pode de fato ser considerada a principal da cidade.<